APOIO:

ANUNCIE

AQUI

Abiquim > Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia
Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia
Apresentação

Apresentação

O Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia, lançado em dezembro de 2001 pela Abiquim, tem como objetivo estimular a pesquisa e a inovação na área química no País, reconhecendo projetos de inovação tecnológica na área química, que demonstrem a inventividade e a criatividade de empresas e pesquisadores.

A premiação recebeu o nome de Kurt Politzer em 2011, uma homenagem mais do que merecida a esse doutor e professor de química que colaborou por cerca de 30 anos com a Abiquim. Considerado um dos mais importantes personagens da história da química do Brasil, Kurt Politzer fez parte do Conselho Diretor da Abiquim e coordenou a Comissão de Tecnologia.

Além de divulgar as metodologias empregadas e capacitações existentes, o prêmio também estimula novos núcleos de inovação na indústria química.

Ao longo dos anos, cerca de 30 empresas e 20 pesquisadores já foram premiados. Os trabalhos vencedores são anunciados no Encontro Anual da Indústria Química (ENAIQ), realizado entre os meses de novembro e dezembro de cada ano.

Regulamento

Regulamento

O Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia, lançado em dezembro de 2001, busca identificar trabalhos de inovação tecnológica no setor químico desenvolvidos por empresas e pesquisadores e promover a pesquisa e a inovação na química no Brasil.

Os trabalhos vencedores serão anunciados no Encontro Anual da Indústria Química (ENAIQ), em 8 de dezembro de 2017, no World Trade Center (WTC) em São Paulo.

Após a inscrição, será enviada automaticamente uma mensagem com a confirmação de recebimento e número de registro.

O projeto ou o caso deverá ser apresentado seguindo o modelo anexo até 31 de outubro de 2017, devendo ser preenchido, anexado o arquivo em pdf com o projeto, limitado a cinco (5) páginas, e enviado para o e-mail premiotecnologia@abiquim.org.br.

Após a inscrição, será enviada uma mensagem com a confirmação de recebimento.

São três categorias de premiação:


Categorias

Empresas
Empresas que tenham desenvolvido no País projetos e casos de inovação tecnológica na área química que levem à modernização e a um aumento da competitividade do parque industrial brasileiro. Poderão concorrer ao Prêmio trabalhos de melhorias de processos, produtos e serviços já existentes no mercado, assim como aqueles que envolvam o desenvolvimento de processos, produtos, aplicações e serviços pioneiros.

Empresa Nascente de Base Tecnológica (Startup)
Empresas cujas estratégias empresariais e de negócios sejam sustentadas pela inovação e cujas bases técnicas de produção estejam sujeitas a mudanças frequentes, advindas da concorrência centrada em esforços continuados de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Principais características das empresas nascentes de base tecnológica:

  • Em estruturação empresarial ("quase-empresa");
  • Sem posição definida no mercado;
  • Inseridas ou não em incubadoras;
  • Que buscam oportunidades em nichos de mercado com produtos/serviços inovadores e de alto valor agregado.

Pesquisador
Pesquisadores que tenham desenvolvido projetos na área química com potencial de aplicação industrial.

Mais de um trabalho pode ser inscrito por participante, mas é fundamental a indicação da categoria a qual se pretende concorrer.

As pesquisas serão mantidas em sigilo até a divulgação dos resultados. As íntegras dos projetos não serão divulgadas publicamente sem a autorização da empresa ou pesquisador.


Comissão Julgadora

Formada por profissionais com destacada participação no cenário da química e inovação no País.

Sua composição será publicada no site da Abiquim após o término das inscrições. Como forma de dar transparência ao processo, representantes de empresas que estiverem concorrendo ao prêmio não podem fazer parte da Comissão julgadora.


Critérios de Avaliação dos trabalhos

O projeto deverá ter sido desenvolvido no Brasil. Além disso, deve-se salientar a importância de demonstrar o potencial mercadológico e a sustentabilidade da tecnologia.

Na categoria Empresa
  • Grau de inovação do projeto em âmbito nacional e internacional
  • Aspectos de segurança industrial do projeto
  • Impacto na competitividade e produtividade para a empresa
  • Potencial de geração de receitas
  • Aspectos ambientais do projeto
  • Parcerias (grau de interação com universidades, instituições de pesquisa, empresas ou outros parceiros para o desenvolvimento do projeto)


Na categoria Empresa Nascente de Base Tecnológica (START UP)
  • Grau de inovação do projeto em âmbito nacional e internacional
  • Aspectos de segurança industrial do projeto
  • Impacto na competitividade e produtividade para a empresa
  • Potencial de geração de receitas
  • Aspectos ambientais do projeto
  • Parcerias (grau de interação com universidades, instituições de pesquisa, empresas ou outros parceiros para o desenvolvimento do projeto)


Na categoria Pesquisador
  • Grau de inovação do projeto em âmbito nacional e internacional
  • Potencial de geração de receitas
  • Aspectos ambientais do projeto
  • Parcerias (grau de interação com universidades, instituições de pesquisa, empresas ou outros parceiros para o desenvolvimento do projeto)

Premiação

Os trabalhos vencedores serão divulgados no Encontro Anual da Indústria Química (ENAIQ), com o reconhecimento de sua premiação por meio da entrega de um troféu alusivo ao projeto.

Edições Anteriores
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006
2005
2004
2003
2002
Contato

Contato